poema

Depois da vodka...

19:38

eu quero sentir a minha mão na tua
eu quero que o meu amor me veja nua
quero seu amor agora, a toda hora, sem demora
quero estar estar contigo. nós, a sós
enquanto a lua, pura e crua, ilumina a bossa nova
porque a solidão é tão mais alegre junto a ti
e sem teu sorriso meu vazio fica inabalável
a tua gíria, chata e sem graça, me invade
me rasga, domina sem temor
teu amor me aliena
teu amor me aliena
teu amor me aliena

quando penso em ti, eu adoeço
quando estou vazia, enlouqueço
e por você, amor, eu pago o preço
pra te ter e ser tua.

humor

Dona

22:35

Para quebrar esse clima "drama" que tá o blog, tô postando algo sem graça.

"Salão de Beleza
Dona
Um espelho para sua beleza

Serviços de Cabelereiro
Manicure - Estética Facial
Massagem Modeladora
Drenagem Linfática
Limpeza de Pele
Depilação
Dia de Noiva
.
.
.
Venha conhecer nosso Sex Shop"


Não saquei a da propaganda.

carta

Cartas Coloridas I

22:00

Arco-Íris, 21 de outubro de 1998.

Querido, azul.
Te escrevo para propor algo fora do comum. Já até sei que você disse não. Mas, ah, que isso, vai! Vamos sair e esquecer o passado e o futuro. Vamos ser, como se fizesse diferença para alguém . Vamos curtir. Eu e você. Todos os nós. Vamos beber, como se ninguém proibisse. Vamos amar, como se não fosse difícil. Vamos tentar mudar o mundo, como se fosse fácil. Vamos falar mal do PSDB, como se ninguém fosse querer nos matar. Vamos comer chips todos os dias, como se não fosse fazer mal. Vamos rir muito, como se não fosse doer a barriga. Vamos chorar, como se não fosse doer os olhos. Vamos, ah, vamos! Vem comigo, cair de cabeça. Ser inconsequente. Só hoje. Porque quando eu era criança a minha inconsequência não ameaçava ninguém, nem a mim mesma. Agora que pareço estar mais crescidinha, tenho que fingir que não sou mais criança. Vamos esquecer a lei, a doutrina, os metodos e os fins. Vamos ser autênticos e espontâneos. Só por um segundo. Pra ver se é isso que nos falta. Um beijo e um cheiro.

Vermelho.

poema

Silêncio

12:10

estou doente
estou carente
de amor
sou orfã
criança
menina
uma dança
me acompanha?
vazio
sem nada
um pio!
era o pássaro
da sacada.

amor

Confissões dolorosas II

23:47

Passaram-se dois anos e aconteceu o que eu temia. Eu me dôo e dói, por ti e até mesmo, para ti. Pra que é que fostes pra lá sem me avisar? Teu sermão de macho não me faz uma fêmea mansa. Teu amor aos pedaços e migalhas não me fez uma mulher satisfeita. O que me traz de volta a ti é o amor que não se esgotou. A saudade de me rasgar de vontade de ti. E de ver tu te rasgando de vontade de mim. Ouvindo aquela velha canção que falava sobre nós, sobre vós... Quem quer que fosse, o sentimento nos pertencia. Viciei em ti, meu amor. Viciei, principalmente, naquele jeito como me chamavas e nas tuas poesia velhas e chatas que falavam sobre bobagens. Dizias assim, quando chovia: "- Minha pequena, deita-te aqui no meu colo. Vamos nos completar". Eu ainda te amo.

Deus

23:37

o que ela queria mesmo era ser a deusa de si e se servir. adoramos ser egoistas. dizem que nascemos limpos. mas acho que nascemos egoistas. por que é, mesmo, que deus tem que ser outro? porque não sabemos quem fez a perfeição do amor, ou quem fez com que saudade não tivesse tradução. ah, e não sabemos, também, quem fez tia rimar com via e ninho com vinho... mas alguem fez e nao fui eu, nem ela, nem nós. nenhum de nós. queremos ser deuses de si e de todos os mundos. mas deus é aquela peça chave. é aquele por quê um grão clonado não desenvolve como um grão normal... só porque não tem o toque da vida, de deus. é burriche, até chato não ver deus como alguem que não si mesmo. é pretenção achar que um de nós poderia não ser egoista e criar isso tudo sem se preocupar com o que fariamos depois. o rumo de tudo. que chatice, bobagens. bla bla bla. essa sua confusão teológico não tem nada a ver com o que tô dizendo. me afoguei na bebida e morri com deus ou Deus.

nota

14:21

"Chove lá fora
E aqui tá tanto frio
Me dá vontade de saber...

Aonde está você?
Me telefona
Me Chama!"
(Lobão)

poema

Generalizando

15:01

É que

todo mundo se conhece
todo mundo se gosta
todo mundo se quer

Só que

todo mundo esconde
todo mundo mente
todo mundo finge

Que

todo mundo se odeia
todo mundo é anormal
todo mundo é melhor que todo mundo

Porque

todo mundo tem medo de perder
todo mundo é orgulhoso
todo mundo é egoísta

Já que

todo mundo é igual
todo mundo é ser humano
todo mundo é todo mundo

Mesmo que

todo mundo pense diferente
todo mundo se vista estranho
todo mundo acredite em outra coisa

Mas ainda assim todo mundo diz
Que somos todos um.

Deus

O quanto você, realmente, sabe da vida para poder escolher o que é melhor?

23:51

"Sinto que essa crise está chegando ao fim", foi o que pensei há alguns minutos. E acho isso porque hoje entendi algumas coisas que não havia me tocado antes, ou melhor, hoje comecei a entender a verdadeira lição de moral dessa bagunça que eu fiz nestes ultimos meses.
Eu sei que é Deus agindo, porque no culto de hoje, oramos para Deus não deixar para segunda e começar hoje mesmo a mudança. E eram mais ou menos 23h quando uma amiga me falou umas coisas via MSN que me deixaram triste por ver que ela estava recebendo benção e eu não, pelo fato de eu estar bem distante da igreja de Cristo.
Estou refletindo até agora até onde vai a minha culpa nessa tristeza que eu andei sentindo. E, também, vi que tudo o que eu quero fazer é para me divertir e ligar o "fuck off", mas essa não é a única maneira de "ser feliz" (ou talvez essa, realmente, não seja uma), principalmente para uma menina cristã. A minha felicidade está em amar e amar, primeiramente, a Deus com toda minha alma, força e entendimento, porque eu "decidi Te obedecer por amor".
Eu tinha esquecido de quem sou para servir a Deus e, de repente, quis viver segundo às minhas escolhas. E agora, fazendo referência ao título, pergunto-me: o quanto eu sei sobre a vida para poder escolher o melhor caminho? Haha. Eu acho que é mais seguro ouvir o cara que é o senhor das leis do que eu mesma, pequeninha e pó que sou... Né?
Sabe... Eu não posso tentar entender a mente de Deus e o Seu julgamento. Vou fazer a minha parte, ainda que me doa ver certas atitudes de pastores ou igrejas. Isso não deve ser motivo para eu me emburrar com Deus. Pelo contrário, deve servir de motivação para buscar mais conhecimento e crescimento espiritual para tentar entender ou ajudar a quem precisa.
Uma amiga me disse uma vez, algo que nunca esquecerei. Ela disse que Deus, às vezes, nos faz passar por certas coisas para aprendermos a lidar com elas e ajudar, futuramente, alguém que passar pelo mesmo.

Espero que tudo melhore.
ps. Não reparem a escrita, estou meio... Sabe?! haha. Beijos.

Isabella Mariano

Blog com conteúdo autoral da escritora Isabella Mariano.

Conheça meus livros!

Saiba mais clicando aqui.