poema

Carlos D.

00:16

tava ali
meio morto meio vivo
meio quente meio frio
ora me via
ora sorria
ou só pensava

num poema talvez
[como esse jamais]
num início de vez
[que já acabara há mais]
num sorriso fim de mês
[que só o salário traz]

quem sabe, quem viu, quem foi: não sei
mas vi e fui, sentei, sorri
e percebi que um pedaço dele estava ali
(no rio correndo gelado e frio num dia quente e feliz)

Isabella Mariano

Blog com conteúdo autoral da escritora Isabella Mariano.

Conheça meus livros!

Saiba mais clicando aqui.