21:56

cansada. mas do futuro. cansada de pensar no que virá, em como terei que agir, reagir. no que precisarei fazer. a dor que terei que enfrentar. o desemprego. a correria. as contas que terei que prestar (e pagar). pelos meus excessos. pelos meus erros (erros?). cansada só de pensar no olhar das pessoas. "que louca". cansada de ter que ser social. de precisar me esforçar sempre para que as relações sociais sejam mantidas por conversas agradáveis e "boa tarde"s. cansada até de não me encaixar nisso tudo. é um cansaço estranho. quase uma estagnação. não, melhor, um comodismo. cansei e é assim que será. pessimismo? passa, eu acho. é como otimismo. e nada acaba, como diria dr. manhattan. mas se nada acaba, nada dura... hm.

0 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.