Desabafo

00:03

Que me desculpem os alegres. Os que acabaram de casar, os que foram promovidos, os que tiveram um filho... Que me desculpem os que receberam aumento, ganharam um prêmio ou foram os primeiros... Estou com a metade do copo vazia.
Mente fazia é oficina do mal, mesmo. Como dizem. O passado regressou, como um rival violento, armado dos pés à cabeça, de arco e flecha à bomba atômica. Rasgou-me os fios do tecido do coração e da memória, quebrou todos os quadros e disse que eu havia perdido as chances de ser feliz.
Quanta destruição para uma pequena como eu. Mas eu lhe dei ouvidos. Nostalgia estúpida. Larguei tudo o me fazia bem. Perdi minhas chances e pior, fui substituída por algo bem... melhor.
Não é dramático? Sem vida? É. E eu estou aqui. Sentindo, doendo, sem poder gritar para ninguém. Na verdade, preciso ouvir uns casos piores. Uma cara espancada, uma filha estuprada... Quem sabe assim eu não tome vergonha na minha cara pálida e pare de sofrer por bobeira.
Sinto muito pessoas felizes, mas estou triste nesse segundo. Até derramei umas lágrimas. Eu também sou como vocês, alegre...Só que me toquei do copo. Metade vazio e refleti.
Que seja.

3 comentário(s)

  1. Tristeza não tem fim, felicidade sim.

    Já dizia o grande poeta...

    ResponderExcluir
  2. Nunca concordei, pq minha vida é feliz com momentos tristes e não o contrário! "Felicidade não tem fim, tristeza sim."

    ResponderExcluir
  3. a tristeza é algo amargo. e que dá vontade de fazer coisas sem sentido.
    sei bem o que vc está sentindo, mas não se deixe abater. você é muito melhor que ela.
    te amo

    ResponderExcluir

Isabella Mariano

Blog com conteúdo autoral da escritora Isabella Mariano.

Conheça meus livros!

Saiba mais clicando aqui.