Sina

15:47

Entre tantos montes do mundo
Tenho procurado por aquele que me espera
Entre tantos mares nos oceanos profundos
Resta-me somente aquele que me alegra
Ninguém é capaz desse então magnetismo
Inebriante como o doce cheiro do jardim
Dentro de outra e de outra, um abismo
Ai, meu Deus, que belo Jasmim!
Dante, talvez me entenderia,
Em Ti, apenas, encontro a minha sina.

1 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.