Someone above us

22:38

Olhe a sua volta, alguém fez isso tudo antes de nascermos. Não fui eu. Nenhum de nós, seres humanos. E eu admito, reconheço que foi alguém acima de mim. Soberano, Deus. Não é sobre religião que falo. E sim, sobre ser uma boa pessoa. Sabe? E ser uma boa pessoa não é só ajudar os outros, não é apenas sorrir para alguém. Porque é muito fácil dar um sorriso, mas o difícil é morrer para si mesmo por alguém que fez tudo para você. Não, não falando de igreja, nem de protestantismo.
Poxa. A gente erra tanto, estraga tudo o que Ele fez. A gente peca. Eu sou uma pecadora e vou ser até o dia da minha morte. Como me desculpar por isso? Como? Fazendo ofertas, sacrifícios. Mas Deus, com sua misericórdia (ainda não entendo isso haha), viu que nenhum sacrifício seria suficiente - porque Ele é IMENSO - enviou seu primeiro e único filho para morrer por nós. Então, você pode vir e dizer que você teria coragem para fazer isso por alguém também. Claro, eu também teria. O negócio é que Ele (Jesus) veio pelos meus pecados. O Cara nem me conhecia. Mas Ele veio, como homem, foi humilhado, ridicularizado, perseguido, espancado, sofreu e morreu da maneira mais ridícula e desprezada, na época: na cruz. E ainda assim, não reclamou, teve misericórdia até seu último dia de vida. Você tem noção do que isso significa?
Eu quero dizer...Bem, falam de amor até enjoar, mas amor como esse, não há igual. Como eu posso ignorar isso? Desculpe se eu te magoei, mas tem alguém que fez algo muito maior por mim. Como posso ficar calada? Eu iria estar condenada, mas Ele me livrou de toda condenação e sou livre.
Como eu ainda posso ser tão má ao ponto de pecar conscientemente? Como ser tão desumana? Ignorando o que Ele fez por mim. Desculpe, de novo, mas eu não farei isso.
Não é sobre religião, é sobre a verdade. Sobre ser livre, sobre ser bom.

3 comentário(s)

  1. Deus é Ser! A essência de tudo. Gostei do texto.

    ResponderExcluir
  2. Deus é infinitamente maravilhoso mesmo!Não há amor maior que esse...
    E realmente, de que adiantam as boas obras e os sorrisos se o nosso coração não estiver verdadeiramente puro?
    Muito bom o texto...

    ResponderExcluir

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.