13:18

um encontro comigo mesma

no topo da poesia intimista
ardendo amor-próprio
compartilho com a própria consciência
a experiência de estar só
o que não é exclusão
nem falta de inclusão
é uma escolha, um mergulho em si
solidão não é escolha
é doença, é tristeza, é raiva
estar só
é decidir pela não-intervenção alheia
por mais importante e inteligente que seja
seguir cada passo que o pensamento disser
o pensamento e Deus
uma experiência e tanto.
mas cansa

0 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.