lar é onde o coração habita

15:57

quis ter dito tudo naquela exata hora
ferir o silêncio a cortes lentos
arrancar a dor pela raiz
e enterra-lá dentro de mim
querendo-a que fosse adubo
pra outros tempos
outros lares
e outras de nós

reticente, contudo, não pude
ruminei a angústia acumulada
e a fala entupiu no instante seguinte
a ânsia me subiu à garganta
mas engoli com um trago da sua cerveja quente

lembro-me como se fosse ontem
ainda ficou na boca um gosto de fel
por não saber seguir em frente

0 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.