Livro

21:32

Por alguma razão, a Terra e/ou o Céu, fizeram-me aumentar meu interesse pela astronomia. E se por coincidência ou não, Deus me permitiu esse interesse. Assisti a um ou dois filmes sobre o assunto, o que me estimulou a querer saber mais. E o que eu quero contar, na verdade, é sobre a eficiência, ou melhor, a perfeição com que Deus age e coloca todos os detalhes em seu devido lugar. Sem nenhuma pista de que possa ter sido Ele, mas eu sei que foi.
Estava, eu, no colégio e deu o horário do intervalo. Resolvi passar na biblioteca e, de repente, pensei que deveria ler, afinal fazia um tempo que não lia um bom livro. Inclusive disse:
- Acho que vou alugar um livro. Estou precisando, né. Haha
Estava olhando crônicas. Iria alugar Veríssimo, mas decidi que precisava de algo diferente e, se possível, surpreendente. Peguei um de Fernando Sabino. Ficou na mão.
Enquanto proucurava "1984" que não havia terminado a leitura, da última vez que o aluguei, vi que ele estava ausente da biblioteca. Não sei como, encontrei-me olhando para um livro chamando "A Harmonia do Mundo" e, para confessar, não li nem a parte de trás antes de decidir que iria lê-lo.
Ao iniciar a leitura, fiquei "imóvel" (eu diria) por dentro. Seu assunto é sobre astronomia. E mais que isso: sobre religião. Parecia Deus me dizendo:
- Filhinha. Entenda que todo o conhecimento da Terra sou Eu quem permito vocês saberem, o que me entristece é a maneira como vocês o usam.
O livro além de ser bem escrito, nas páginas que já li, está em ótimo estado. Parece ultra-novo (?). Como se estivesse intacto. E me esperando. Por que razão o livro não teria sido lido? Ou não muito lido?
É nítido que as marcas de uma leitura não estavam nele. Se fosse há anos atrás, eu poderia estar com um livro proibido na mão. Tá, a minha fantasia é intensa demais para que a sua exposição possa ser compreendida sem nenhum "Que exagero!".
Então, deixo ficar subentendida ou totalmente confusa a minha alegria pelo trabalho de Deus.

0 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.