Homem-que-julga

22:31

- Olha, Amélia, precisamos que nos diga tudo o que você fez. Por que está assim? Você deve confessar tudo a nós.
- É, você precisa dizer.
- É, você deve dizer.
- É, você tem que dizer.
- Diga, diga. digA, digA!
- Pára tudo! - Dessa vez, era Amélia que dizia. - Ei, Lu.
- Sim?! *Diga, diga*
- Quem é que perdoa pecados?
- Ah, essa é fácil: Jesus!
- Então a quem devo me confessar?
(Houve um silêncio momentâneo)
- Lu, você pode me responder?
- Sim. Devemos nos confessar a Jesus.
- Ah, graças a Deus. Então não preciso dizer nada aqui. (Ela deu uma parada estratégica) Ou vocês vão querer dizer seus pecados, também? Rá. É melhor eu ir antes que me atirem alguma pedra.
(Uns segundos depois ela volta e completa sua fala)
- E tentem entender o amor. Eu estou tentando. Amo vocês.
Fim.

1 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.