Se

18:44

Se o mundo acabasse hoje
Sei que faríamos tudo o que sentimos falta
Tudo o que lutamos para não fazer
Talvez tudo o que nos torna maus
Todo o roque que curtiamos
E os tropeços em pedras invisíveis
Os amores mal resolvidos
As loucuras de uma época com outras cores
Porque somos reféns do passado
Vestígios do passado
Se tentamos negar ou mudar
Não é porque somos vagabundos
Só não sabemos nos adaptar a este ritmo

0 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.