Ex-Sandy

21:29


Certa vez, ao abrir minha caixa de e-mails, dei uma olhada superficial naquelas noticinhas que ninguém lê do MSN. E me deparo com isso: "Junior, ex-Sandy, forma banda de rock".
Depois de rir bastante, eu fiquei pensando: "Cara, o que seria ser um 'ex-Sandy'?". Faz-se curso para isso? Não, porque ser ex parceiro de dupla é MUITO diferente do que ser ex-Sandy. Ser ex-Sandy é uma filosofia de vida, reúne um conjunto de princípios que se resumem em ter sido um/a Sandy um dia! E eu, desde pequena, quis ser uma Sandy. Cantar bem, ser bonita, legal, rica, ter um namorado bonito, legal e rico e ganhar dinheiro com uma coisa muito mais legal: música. E, sinceramente, fiquei com uma puta inveja desse cara, o Junior. Mesmo que ele não seja mais um Sandy, ser um ex-Sandy é uma coisa incrível. E muito difícil, né.
Tá, depois de ficar tentando imaginar como ele chegou a esse status de ex-Sandy e como os jornalistas descobriram essa poreza e divulgaram assim, sem mais nem menos. Fiquei triste em saber que, como ninguêm lê essas notícias, ninguém saberá que um dia alguém foi um ex-Sandy. Mas me senti na responsabilidade de repassar a informação e estou aqui para dizer o que houve e que se aconteceu com ele, pode acontecer com você e comigo. Nunca desista de ser um Sandy e principalmente um EX-SANDY! Junior te admiro.

(Po! E logo depois vem "Nasa diz que solo de Marte pode ser fértil". PALHAÇADA!)

0 comentário(s)

Mezzo jornalista, mezzo poeta. Minha vida é um (des)equilíbrio entre Beyoncé, Big Brother Brasil, Damien Rice, Maria Rita, feminismo, Leminski, Alan Moore e George Orwell. Isabella Mariano, 25 anos, Vitória, Espírito Santo.